Filmes e séries
Por Lili Giannini do @lili_no_cinema_em_casa

Resenha: 'A Sentinela'

Longa está disponível na Netflix.

Foto: Divulgação/Netflix (via Netflix Media Center)

Ela não é fraca, não! Olga Kurylenko (a atriz francesa origem ucraniana) é experiente no gênero ação, entra em cena para fazer a soldada Karla, e não está para brincadeira! A despeito de gostar do tipo de filme, traz a interessante história da Operação Sentinela, implantada pelo exército francês em 2015 (provavelmente depois do massacre ao jornal satírico Charlie Hebdo).

Soldados mobilizados com a finalidade de enfrentar a ameaça terrorista, proteger franceses e territórios. Olga Kurylenko se entrega a personagem (subtenente Karla), seja nos momentos de ação, violência, drama ou eróticos.

Após traumas vividos no Oriente Médio, e viciada em “Opioides”, é realocada na Operação Sentinela em Paris, o intuito dos superiores, é deixa-la mais perto da mãe e da irmã. Só que, já na chegada, sua irmã sofre a violência de um estupro por um magnata russo. Ela é tomada pela vingança!

Gosta do gênero? Aproveite as belas cenas de Paris e da Riviera!


"A Sentinela” (Sentinelle)
Direção:
Julien Leclercq
País/Ano: França -2021
Gênero: suspense de ação
Onde assistir: Netflix

@lili_no_cinema_em_casa

Por Lili Giannini do @lili_no_cinema_em_casa

Atualizado em 19 Abr 2021.